Descubra Elvas, a maior cidade fortificada da Europa

Elvas é uma das cidades mais bonitas de Portugal e, juntamente com Évora, destaca-se na região alentejana e a poucos quilómetros da fronteira com Espanha. Venha connosco conhecer esta que é a maior cidade fortificada da Europa e reconhecida pela UNESCO como Património da Humanidade.

Para ficarmos a saber mais acerca da história desta cidade, temos que recuar vários séculos até ao tempo dos celtas – considerados uns dos primeiros povoadores desta zona.

Posteriormente, chegaram à Península Ibérica os romanos e, apesar de alguma resistência, estabeleceram-se nesta região por volta de 155 A.C.

Podemos considerar que estes foram os primeiros a deixar vestígios significativos da sua presença, numa altura em que a povoação que viria a ser Elvas começava a desempenhar um papel importante na patrulha das rotas comerciais e dos transeuntes.

Com o declínio do Império Romano, cerca de seis séculos mais tarde, surgiram nesta região os visigodos, mas estes não ficariam nestas terras mais do que 200 anos.

A partir do século VIII estabelecem-se nesta região os mouros, povo que viria a reconhecer por definitivo a importância estratégica desta povoação dando origem ao seu crescimento demográfico.

Centro histórico de Elvas
©https://cidadelvas.wordpress.com

De facto, foi durante a ocupação muçulmana que surgiram as primeiras fortificações – uma no século IX e outra no século XII, devido ao crescimento da povoação em tamanho e em número de habitantes.

Finalmente, a partir do século XIII, Elvas tornou-se parte integrante do reino português e adquiriu o seu estatuto de “cidade-fortaleza” por altura da Guerra da Restauração Portuguesa, de 1640 a 1668.

Este estatuto devia-se ao facto de ser por aqui o caminho mais próximo para alcançar a capital portuguesa, Lisboa, e, por isso, havia a necessidade de o proteger. Desta forma, e ao longo dos séculos, Elvas foi ganhando protagonismo e tornando-se numa das cidades mais importantes de Portugal.

O que visitar em Elvas?

Centro Histórico

Pode chegar de carro ao magnífico centro histórico de Elvas, que se encontra no interior das fortificações. Aqui, poderá começar a sua visita pelo castelo de Elvas, onde terá lugar para estacionar a sua viatura.

Castelo de Elvas
©https://www.turismomilitar.pt

Este castelo de origem islâmica foi reconstruído nos séculos XIII e XIV mas só no século XVI adoptou a sua figura atual. O castelo foi o primeiro monumento nacional português e é atualmente parte integrante do conjunto de fortificações e obras anexas consideradas pela UNESCO como Património da Humanidade desde 2012.

Após a visita ao castelo, saiba que daqui poderá partir em qualquer direção e conhecer outros importantes locais de interesse da cidade. De facto, o bonito castelo é um ótimo sítio para começar o seu passeio pelas típicas ruas do centro histórico de Elvas.

Se, por outro lado, não quiser ou não puder passear pelas ruas, conduza até à Praça da República onde encontrará um parque de estacionamento subterrâneo.

Esta praça cheia de vida encontra-se exatamente no centro da cidade e aqui encontrará a magnífica Igreja de Nossa Senhora da Assunção, antiga Sé Catedral de Elvas.

Esta igreja construída no decorrer do século XVI é, sem dúvida, um dos sítios obrigatórios a visitar pois é uma magnífica obra representativa sobretudo dos estilos manuelino e barroco. Ao longo dos séculos sofreu algumas alterações e não podemos deixar de destacar o seu portal neoclássico e, no interior, a presença de azulejos e dum magnífico órgão do século XVIII.

Após ter visitado e admirado a praça e a igreja, poderá conhecer outras ruas do centro histórico e outros pontos de interesse como por exemplo: o Cemitério dos Ingleses, a Igreja de São Domingos, o Museu Municipal de Fotografia e o bonito Museu de Arte Contemporânea de Elvas.

Não perca, igualmente, a oportunidade de passear ao longo das muralhas que limitam o centro histórico desta cidade!

Aqueduto da Amoreira

Mesmo antes de chegar ao centro histórico de Elvas, irá deparar-se com o maior aqueduto da Península Ibérica – o majestoso Aqueduto da Amoreira.

Este magnífico símbolo da arquitetura civil portuguesa foi construído ao longo dos séculos XVI e XVII e teve várias interrupções pelo meio devido à falta de verbas e também por causa da subida ao poder do rei Filipe I de Portugal (Filipe II de Espanha).

Sendo um dos monumentos de Elvas considerados Património da Humanidade pela UNESCO, o Aqueduto da Amoreira tem uma extensão aproximada de 7 km e uma altura máxima de 31 metros; temos de destacar ainda os 843 arcos deste aqueduto.

Forte de Nossa Senhora da Graça

A cerca de 3 km a norte do centro histórico de Elvas podemos encontrar um dos fortes que constituía a linha de defesa da praça-forte de Elvas, o Forte de Nossa Senhora da Graça.

Este forte surgiu da necessidade de controlar uma das zonas mais importantes daquela região,o Monte da Graça, alvo de constantes ataques e ocupações por parte das forças espanholas. Neste sentido, a sua construção ocorreu durante o século XVIII e veio reforçar a posição portuguesa junto à fronteira com Espanha.

Infelizmente, com o passar do tempo, o forte foi perdendo relevância e passou a ser uma prisão política até que, anos mais tarde, foi deixado ao abandono. A partir de 2014, este monumento sofreu obras de consolidação e restauro, tornando-se hoje um dos principais polos de atração para o turismo desta região.

  • Horário: De terça a domingo, das 10:00-17:00. Encerra à segunda-feira
  • Localização: Monte Senhora da Graça, Alcáçova, 7350 Elvas
  • Bilhetes: Visita livre: 5€; visita guiada: 8€

Forte de Santa Luzia

Forte de Santa Luzia - Elvas
©http://www.feriasemportugal.com

Ao contrário do forte mencionado anteriormente, o Forte de Santa Luzia encontra-se a sul da praça-forte de Elvas e fez igualmente parte da linha de defesa desta região.

Construído entre 1641 e 1648 em formato de estrela, o Forte de Santa Luzia desempenhou um papel fundamental durante a Guerra da Restauração Portuguesa. Nesta altura nunca cedeu aos avanços espanhóis, mesmo durante o sítio que lhe foi imposto entre outubro de 1658 e janeiro de 1659.

Atualmente, pode visitar este forte que foi convertido em museu militar e onde encontrará informação acerca da evolução dos vários edifícios militares, religiosos e civis de Elvas e das mais importantes batalhas em que a cidade esteve envolvida.

  • Horário: De abril a setembro: às terças, das 15:00-19:00; de quarta a domingo, das 10:00-13:00 e das 15:00-19:00; de outubro a março: às terças, das 13:00-17:30; de quarta a domingo, das 09:30-17:30. Encerra à segunda-feira e terça-feira de manhã
  • Localização: Forte de Santa Luzia, 7350, Elvas
  • Bilhetes: 2€

Se ainda não está convencido, aproveite para ver estas imagens da cidade de Elvas:

O que visitar perto de Elvas?

Ponte da Ajuda

Localizada a cerca de 12 km do centro histórico de Elvas, podemos encontrar uma ponte que desempenhou durante alguns séculos um importante papel na ligação das localidades portuguesas de Elvas e Olivença – atualmente este é um motivo de discórdia entre Portugal e Espanha, pois ambos reclamam para si a localidade de Olivença.

Ponte da Ajuda foi mandada construir sobre o rio Guadiana por D. Manuel I em 1510 mas, devido às constantes cheias e mau tempo no final desse século, alguns dos arcos centrais cederam.

Mais tarde, em meados do século XVII, a ponte foi reconstruída mas durante a Guerra da Restauração Portuguesa foi destruída pelo exército espanhol. Contudo, a sua reconstrução foi uma prioridade após esta guerra.

No início do século XVIII o exército castelhano destruiu-a novamente e é assim que continua até hoje apesar de ser considerada como monumento de interesse nacional.

Juromenha

Localizada a 18 km de Elvas, poderá encontrar a bonita localidade de Juromenha. Esta aldeia com pouco mais de 100 habitantes resiste na margem do rio Guadiana à passagem do tempo e serviu outrora como posto de controlo das águas nesta região.

Tal como aconteceu um pouco por toda esta região fronteiriça, também aqui houve a necessidade de se construir um forte por altura da Guerra da Restauração Portuguesa. Na realidade foi uma melhoria e modernização da fortificação que já aqui existia anteriormente.

Com o passar dos séculos e apesar de várias obras de consolidação e restauro, este forte encontra-se atualmente em estado de abandono. Contudo, não deixa de ser uma importante referência histórica nesta região e sem dúvida que merece a sua visita!

Para além de Elvas e de sítios desconhecidos como a Ponte da Ajuda e Juromenha, explore um pouco mais deste território e descubra monumentos como o castelo de Campo Maior, a norte, ou o castelo de Borba e o magnífico Paço Ducal de Vila Viçosa, a sul. Todos estes sítios encontram-se a menos de 40 km de distância do centro histórico de Elvas, por isso, não perca a oportunidade de os conhecer.

Em suma, podemos dizer que esta região alentejana é muito rica em história e património religioso, militar e civil. Descubra a “Cidade-Quartel Fronteiriça de Elvas e suas Fortificações“, Património da Humanidade desde 2012, e fique deslumbrado com tamanha beleza!

Onde dormir?

Para poder descansar antes e depois de explorar a bonita cidade de Elvas e arredores, recomendamos que alugue um quarto na Quinta Vale de Marmelos.

Esta quinta, que se situa a apenas 3 km do centro histórico, é perfeita pois está isolada, longe da agitação da cidade e, como tal, oferece garantias de total relaxamento e tranquilidade.

Neste espaço de turismo rural poderá desfrutar ainda da agradável piscina, apanhar sol num dos terraços ou mesmo passear pelos 2 hectares de terreno, cobertos por várias oliveiras, limoeiros e laranjeiras.

Para além destas características, saiba que poderá alugar nesta quinta uma das duas casas isoladas e auto-suficientes ou, senão, um dos quatro quartos disponíveis na casa principal e onde lhe será servido um fantástico pequeno-almoço.

Se ainda não tem conta no Airbnb, através deste link você terá 20 de desconto na sua primeira reserva e ao mesmo tempo, irei receber 20 para a minha próxima viagem

Vai visitar Elvas? Então não hesite em reservar um quarto na Quinta Vale de Marmelos ou o seu carro passando pelos links aqui em baixo. Vai-me permitir continuar a oferecer-lhe gratuitamente dicas e guias para visitar Portugal. Obrigado!

Reserve aqui o seu quarto  Reserve aqui o seu carro

Também lhe vai interessar:

  • cidades a vizitar em portugal
  • praias de potugal mais bonitas
  • algarve sitios
  • praias em porto covo
  • praias em setubal

Sobre Tiago

Tiago 29 anos de idade, parisiense desde os 12 anos, decidi partir para a aventura e realizar o meu sonho : conhecer o nosso país de uma ponta à outra. Acho que se não conhecemos as nossas origens não nos podemos conhecer realmente. Leia mais aqui