Visita a Porto Moniz, Levada das 25 Fontes e Paul da Serra

Neste artigo, vou mostrar-lhe o meu primeiro dia na ilha da Madeira. Vai poder descobrir Porto Moniz e as suas belas piscinas naturais, a magnífica Levada das 25 Fontes, o planalto do Paul da Serra e miradouros com paisagens incríveis.

Ao longo do artigo, vou também dar-lhe dicas sobre cada lugar para que possa planear melhor a sua viagem à “pérola do Atlântico”.

Levada das 25 Fontes e do Risco

Comecei o meu dia pela Levada das 25 Fontes e do Risco, mas antes de continuar, tenho que lhe explicar o que é uma levada.

As levadas são canais de irrigação criados a partir do século XVI para levar a água do norte para o sul da ilha, mais seco mas mais favorável à habitação e à agricultura.

As levadas têm uma extensão total de cerca de 2000 km. Para ter uma ideia da densidade dos canais, saiba que a Madeira tem apenas 55 km de comprimento e 24 km de largura.

O percurso pedestre nas levadas das 25 Fontes e do Risco são muito turísticas por causa do seu fácil acesso e pela beleza do local.

A levada está localizada no planalto do Paul da Serra (o único da ilha), uma enorme área plana a mais de 1000 metros de altitude.

Paul da Serra
Paul da Serra

Terá que deixar o seu carro no miradouro do Rabaçal (GPS: N 32 45.295 W 17 08.038) e caminhar 2 km até ao posto florestal do Rabaçal onde começa o percurso pedestre propriamente dito.

Se não quiser fazer os 2 km a pé, saiba que por apenas alguns euros pode fazer o percurso numa carrinha de 9 lugares.

Se decidir ir a pé, fique a saber que os 2 km são fáceis de fazer, o percurso é sempre a descer. Mas quando fizer o trajeto oposto, prepare-se para sofrer um pouco. Descer toda a gente desce, mas subir 2 km com um desnível acentuado depois de caminhar cerca de 10 km na levada pode ser bem complicado.

Saiba que se não tiver pernas/vontade de subir os 2 km pode voltar na carrinha.

Quando chegar ao posto florestal do Rabaçal siga pelo caminho à direita para as levadas das 25 Fontes e do Risco. O percurso está bem sinalizado, por isso é impossível perder-se.

Depois de algumas centenas de metros vai encontrar um cruzamento onde terá que escolher entre a Levada das 25 Fontes e a do Risco. O caminho para a Levada do Risco é fácil e é de apenas 1 km.

Eu preferi começar pela Levada das 25 Fontes, que é mais difícil e mais longa (9,2 km ida e volta).

Aqui estão algumas fotos do percurso:

Informação: no meio do percurso, vai encontrar uma ponte com um riacho e uma cascata. Para ser sincero, tive alguns momentos de hesitação pois pensava que era o fim do percurso mas o fim ainda era longe. Para continuar o percurso suba os pequenos degraus situados depois da ponte e continue durante alguns quilómetros para ver este espetáculo:

No percurso até à cascata das 25 Fontes encontrei apenas 2 pessoas, mas o regresso foi muito mais difícil. Tive que parar várias vezes para deixar passar os grupos de turistas.

Se quiser tirar fotos e apreciar a cascata sem grupos de 20-30 turistas, comece o percurso bem cedo. Tente estar no posto florestal do Rabaçal no máximo às 9h30.

Quando cheguei ao cruzamento das 2 levadas, virei à esquerda em direção à Levada do Risco. Depois de caminhar 1 km pode apreciar esta beleza:

Informação: a foto não mostra muito bem a beleza do local, quando cheguei à cascata começou a chover intensamente, só tive tempo de tirar esta foto com o meu smartphone e fugir até ao posto florestal.

Para visitar as duas levadas, terá que andar cerca de 10 km (14 km se fizer o trajeto a pé do carro até ao posto florestal) e vai precisar de 3 a 4 horas.

Onde comer depois do percurso pedestre?

No posto florestal vai encontrar bancos e mesas para fazer um piquenique e casas de banho.

A outra solução é ir comer ao restaurante do hotel Pico da Urze, situado a 1 km a este do miradouro do Rabaçal (onde vai deixar o carro).

Informação: no trajeto até ao miradouro do Rabaçal ou no trajeto até ao miradouro de Achadas da Cruz (ver aqui em baixo), não hesite em parar quando vir uma placa “Miradouro” para apreciar as lindas paisagens que oferece o planalto Paul da Serra.

Miradouro de Achadas da Cruz

O Miradouro de Achadas da Cruz vai oferecer-lhe uma excelente vista sobre o oceano e a Fajã das Achadas da Cruz.

O que é uma Fajã? Uma Fajã é um pequeno terreno que pode ser cultivado, normalmente localizado perto do mar. A maioria das Fajãs foram construídas naturalmente por deslizamentos das falésias.

Junto ao miradouro irá encontrar um teleférico, inaugurado em 2004, que faz a ligação com a Fajã das Achadas da Cruz, permitindo-lhe visitar as terras agrícolas, as pequenas cabanas e a praia.

  • Endereço: Caminho do Teleférico,9270-014 Achadas da Cruz
  • GPS: N 32 51.159 W 17 12.593
  • Site: www.portomoniz.pt

Porto Moniz

Porto Moniz é um pequeno município conhecido principalmente pelas suas belas piscinas naturais de origem vulcânica.

Para além das piscinas, vai poder visitar o Forte de São João Batista (1730), que recebe atualmente o pequeno Aquário da Madeira.

Convido-o a começar a visita pelo Miradouro da Santa (foto acima), situado por cima de Porto Moniz. Vai poder ver as lindíssimas piscinas naturais, o forte e o Ilhéu Mole.

Informação: se vier do miradouro de Achadas da Cruz, vai obrigatoriamente passar à frente deste miradouro, situado na estrada ER 101.

  • GPS: N 32 51.739 W 17 10.374

Desça e vá visitar as piscinas naturais de Porto Moniz, onde pode tomar banho num lugar de uma rara beleza.

Antes de deixar Porto Moniz, visite as piscinas naturais do Cachalote e o Forte São João Batista.

Pode nadar gratuitamente neste lugar lindíssimo, mas não vai encontrar casas de banho nem onde trocar de roupa.

Ao lado das piscinas está o Forte São João Batista onde se encontra um minúsculo aquário e o restaurante Cachalote onde vai poder comer peixe fresco num cenário idílico.

  • Endereço: Rua do Forte de São João Batista
  • GPS: N 32 52.050 W 17 09.968

Ilhéus Rib e Janela

A 3 km de Porto Moniz pare para admirar os ilhéus de Rib e Janela. Um sítio ideal para tirar umas lindas fotos.

  • GPS: N 32 51.299 W 17 09.203

Chão da Ribeira

Chao da Ribeira - seixal - Madeira
© visitmadeira.pt
Chão da Ribeira é uma pitoresca aldeia cercada pela Floresta da Laurissilva, floresta subtropical. À volta do rio vai descobrir terras agrícolas com cabanas, um restaurante e um lugar para fazer piqueniques.
  • GPS: N 32 48.147 W 17 06.930

Miradouro do Véu da Noiva

O Miradouro do Véu da Noiva é um dos mais lindos da ilha da Madeira. Vai poder admirar a cascata de mesmo nome e o norte da ilha.

Ao olhar para a altura da cascata e da alta carga de água que flui ao longo da encosta vai ter a impressão de ver um véu de uma noiva (daí o nome).

O miradouro está situado na antiga estrada ER 101 que ligava Seixal a São Vicente. Até há poucos anos era possível passar debaixo da cascata, mas em 2008 ocorreu um enorme deslizamento de terras que destruiu parte da estrada e do túnel que passava sobre a cascata (veja a foto acima).

Desde então, a estrada está fechada a 100 metros da junção com a nova via rápida VE2. Nos primeiros metros da antiga estrada vai encontrar um parque de estacionamento e uma loja de souvenirs.

  • GPS: N 32 48.973 W 17 05.747

Informação: a minha viagem à Madeira foi facilitada pela companhia aérea Aigle Azur, companhia que me permitiu descobrir e dar-lhe a conhecer esta maravilha.

Vai visitar a Madeira? Não hesite em reservar o seu hotel ou o seu carro passando pelos links aqui em baixo. Vai-me permitir continuar a oferecer-lhe gratuitamente dicas e guias para visitar Portugal. Obrigado!

Reserve aqui o seu Hotel  Reserve aqui o seu carro

Também lhe vai interessar:

  • paul da serra
  • paul da serra madeira
  • https://gotoportugal eu/pt/madeira-porto-moniz-paul-da-serra/
  • levada paul da serra/ chao da Ribeira
  • porto moniz o que visitar

Sobre Tiago

Tiago 30 anos de idade, parisiense desde os 12 anos, decidi partir para a aventura e realizar o meu sonho : conhecer o nosso país de uma ponta à outra. Acho que se não conhecemos as nossas origens não nos podemos conhecer realmente. Leia mais aqui