Como pagar as portagens eletrónicas (antigas SCUTS) em Portugal

SCUTS

Neste artigo das minhas dicas de viagem falarei de como pagar as portagens eletrónicas das antigas SCUTS. As SCUTS (sem custos para os utilizadores) eram autoestradas com portagens virtuais cujos custos eram suportados pelo Estado Português.

O regime das SCUTS foi introduzido em 1997 e eliminado em 2011.  Desde então as passagens nessas autoestradas passaram a ser cobradas através de portagens eletrónicas.

Eis como pagar as portagens eletrónicas (ex-SCUTS)

Se entrar em Portugal com um veículo com matrícula estrangeira, tem quatro opções para pagar as portagens eletrónicas nas ex-SCUTS:

Opção 1 – EASYtoll

EASYtoll é um sistema que associa a matrícula do veículo ao cartão bancário (Visa ou Mastercard).

As portagens devidas serão diretamente debitadas da conta bancária associada ao cartão. A associação da matrícula ao cartão é válido durante 30 dias. Você poderá cancelar a adesão a qualquer momento em portugaltolls.com ou por telefone através do nº 00 351 212 879 555.

Para aderir ao EASYtoll  terá de passar por uma destas quatro entradas do país com este logótipo

 (ver mapa das autoestradas de Portugal em baixo – A28 – área de serviço de Viana do Castelo; a 3,5 km da fronteira Chaves/Verin; A25 – área de serviço do Alto de Leomil (Vilar Formoso); A22 – Castro Marim/Ayamonte).

Uns quilómetros depois da sua passagem por uma das 4 entradas referidas anteriormente, irá ver uma sinalização como esta:

Portagem_para_automoveis_com_matricula_estrangeira_a_11_km
Portagem para automóveis com matricula estrangeira a 11 km

Para chegar ao sistema Easytoll, deverá sair da autoestrada, no sítio indicado. Em 2 dos 4 casos, o sistema Easytoll situa-se área de serviço. Nos 2 outros casos, só precisará de fazer um pequeno desvio (ver foto em baixo).

Portagem_Easytoll_para_automóveis_estrangeiros
Portagem Easytoll para automóveis estrangeiros

Uma vez no terminal Easytoll, só terá de introduzir o seu cartão de crédito/débito. De seguida, sairá um talão comprovativo com a data da adesão, a data de validade (30 dias), o identificador Easytoll, o número da matrícula e os últimos quatro dígitos do seu cartão de crédito/débito.

A partir desse momento poderá viajar nas autoestradas (ex-SCUTS e outras) com portagens eletrónicas sem problemas.

Informação importante: Ao aderir ao serviço Easytoll vai pagar 0,74 € e por cada trajeto que faça vai pagar a mais 0,32 € de custos administrativos, para além das portagens.

Exemplo: Chega hoje a Portugal e apanha a autoestrada com portagens eletrónicas até ao Porto, irá pagar  0,74 € mais 0,32 € e o preço das portagens. Amanhã apanha a autoestrada do Porto a Viana do Castelo, irá pagar 0,32 € mais o preço das portagens. À noite faz o trajeto inverso de Viana até ao Porto, vai voltar a pagar o preço das portagens mais os 0,32 €.

Opção 2 – Toll Card

Cartão_pré-pago
Cartão pré-pago Toll Card

O Toll Card é um cartão pré-pago (5,10,20 ou 40 €) que é adquirido nas lojas CTT, nas áreas de serviço das autoestradas ou em tollcard.pt. A ativação e associação do cartão à matrícula é feita por telemóvel através de SMS. Você poderá ativar vários cartões ao mesmo tempo e acumular o saldo de cada cartão.

Para saber o saldo terá de ir ao site tollcard.pt ou esperar até receber um SMS informando que o saldo esgotou.

Ao comprar um cartão pré-pago vai pagar a mais do preço do cartão 0,74 € por custos do serviço e por cada trajeto vai pagar a mais das portagens 0,32 €.

Exemplo: Chega hoje a Portugal e apanha a autoestrada com portagens eletrónicas até ao Porto, irá pagar  0,74 € mais 0,32 € e o preço das portagens. Amanhã apanha a autoestrada do Porto a Viana do Castelo, irá pagar 0,32 € mais o preço das portagens. À noite faz o trajeto inverso de Viana até ao Porto, vai voltar a pagar o preço das portagens mais os 0,32 €.

Se comprar o cartão pela internet, não irá receber nenhum cartão virtual – terá de guardar o recibo da compra no seu computador. No lado direito do recibo irá encontrar o n° do pré-pago, o que lhe vai permitir aceder ao site para conhecer o seu saldo.

Information: o Toll Card é válido até 1 ano após a sua ativação. Se tiver comprado vários Toll Cards e não os tiver ativado, pode levá-los aos correios portugueses (CTT) para ser reembolsado.

Opção 3 – Toll Service

O Toll Service é um título pré-pago válido por 3 dias com um custo fixo de 20 € (+ 0,74 € de taxas administrativas). O título pode ser adquirido nas áreas de serviço da Cepsa de Viana do Castelo (A28), de Abrantes (A23), de Olhão (A22), no aeroporto do Porto, nos postos de correio (CTT) e em portugaltolls.com.

A associação da matrícula ao título é feito no momento da compra.

Opção 4 – Via Verde Visitors

Logo_Via_Verde
Logo Via Verde

O dispositivo Via Verde é um dispositivo para colocar no para-brisas do veículo e é válido em todas as autoestradas de Portugal e portagens eletrónicas, o que permite pagar as portagens sem parar. O aluguer do dispositivo VVV (Via Verde Visitors) custa 6 € na primeira semana e 1,50 € nas semanas seguintes.

Quando fizer o contrato, terá de deixar uma caução reembolsável de 27,50 €. Você poderá usar o dispositivo durante 3 meses. Para adquirir a Via Verde, terá de ir a uma loja da Via Verde (ver em viaverde.pt onde se situam as lojas). Sempre que passar por uma portagem, o valor a ser pago será debitado da sua conta bancária.

Para mim o melhor é a solução n° 1 pois é a mais simples. Se não entrar em Portugal pelas 4 entradas com as portagens Easytoll, escolha então a solução n° 2.

Informação importante: os sistemas Easytoll e Toll Card só permitem o pagamento das portagens eletrónicas. Para as portagens “normais” (com barreiras) terá de parar para tirar um bilhete e, sobretudo, nunca passar na via reservada aos subscritores da Via Verde.

Para poder passar pela via reservada aos subscritores da Via Verde terá de ter o dispositivo Via Verde que pode ser comprado nas lojas Via Verde.

Se apanhar, por engano, uma via reservada aos subscritores da Via Verde, saiba que é possível pagar as portagens após a sua passagem (bem como uma multa) no site pagamentodeportagens.pt.

Saiba também que terá até às 23h59 do dia da sua primeira passagem nas autoestradas com portagens eletrónicas para aderir ao serviço Easytoll ou comprar um cartão Toll Card pré-pago. Passado esse período de tempo, já não poderá pagar as portagens (do seu primeiro dia) – terá de pagá-las no site pagamentodeportagens.pt (portagens + multa).

Se passar por uma autoestrada gerida pelas empresas Via Livre (A27/A28/A22) ou Ascendi (A24/A25/A17/A29/A13/A41/A42/A4) sem ter escolhido uma das 4 opções referidas em cima (Easytoll, Toll Card, etc.), terá de esperar pela receção duma carta em sua casa para pagar as portagens e multa associada. Estas duas empresas não aderiram ao pagamento no site pagamentodeportagens.pt.

Se você chegar de avião a Portugal e alugar um veículo, tem duas opções para pagar as portagens eletrónicas (ex-SCUTS e não só):

Opção 1 – Via Verde

Logo_Via_Verde
Logo Via Verde

Quando alugar o veículo, solicite à rent-a-car o dispositivo ViaVerde, que irá permitir que você pague as portagens quando entregar o veículo. A vantagem deste dispositivo é que é válido para todas as autoestradas de Portugal. A desvantagem é que tem de pagar 1,50 € por dia (no máximo 18,50 € por aluguer).

Opção 2 – CTT

Logo_CTT
Logo CTT

Se não escolheu a opção da Via Verde ao alugar o carro, irá precisar de ir a um posto dos correios (CTT) para pagar as portagens. Ao dar o número da matrícula do carro alugado, saberá quanto é que terá de pagar.

Tem 5 dias para fazer o pagamento no posto dos correios após cada passagem nas autoestradas com portagens eletrónicas.

Exemplo: se apanhar uma autoestrada com portagens eletrónicas (ex-SCUTS) hoje, terá de esperar 1 dia para que o sistema assuma a sua passagem na autoestrada, depois terá 5 dias para pagar as portagens por onde passou. Amanhã, se apanhar uma autoestrada com portagens eletrónicas, terá de esperar mais 1 dia para que os novos valores das portagens sejam assumidos.

O recomendado é que vá a um posto dos correios a cada 3 dias (após cada passagem numa autoestrada com pagamento automático).

O inconveniente desta opção é o risco de não conseguir pagar todas as portagens. Exemplo: apanhar uma autoestrada com portagens eletrónicas na véspera ou no dia da sua partida. Como não poderá pagar (estará de regresso ao seu país), a empresa de rent-a-car irá receber uma multa que debitará da sua conta bancária.

A opção 1 é a mais simples e, se a escolher, não terá de pagar uma multa em caso de não pagamento num posto dos correios (CTT).

Ao ver esta sinalização

Portugal Tolls

saberá que está a entrar num autoestrada com portagens eletrónicas.

Se vive em Portugal e tem um veículo com matrícula portuguesa, tem algumas opções para fazer o pagamento das portagens eletrónicas:

Opção 1 – Via Verde

Logo_Via_Verde
Logo Via Verde

A compra do dispositivo Via Verde que custa cerca de 27,50 € e irá permitir que cada vez que passar nas portagens a cobrança seja feita diretamente da sua conta bancária. A vantagem deste dispositivo é que é válido em todas as autoestradas de Portugal.

Opção 2 – CTT

Logo_CTT
Logo CTT

Numa loja dos CTT, posto de Correio ou agente Payshop, indicando o número da matrícula. Os CTT dispõem ainda do serviço de pagamento na rede Multibanco e Homebanking devendo, para tal, obter previamente, uma Referência MB. Pode ser online, no site, ou através de SMS para o número 68881 com o texto «CTTMBespaçoMatrículaespaçoNIF» (por ex: «CTTMB AA-00-00 123456789»). O custo do SMS é de 0,30 € + IVA.

Pode ainda aderir a um contrato pré-pagamento adquirindo um Pré-Pago Via Verde ou um Pré-Pago Anónimo que devem ser adquiridos nos CTT. O pré-pago Via Verde é válido para todas as autoestradas e o pré-pago Anónimo só é válido para autoestradas com portagens eletrónicas.

Não se esqueça de pagar durante os 5 dias úteis subsequentes à passagem.

Se vive em Portugal e faz vários trajetos nas autoestradas por ano, aconselho a aquisição do dispositivo Via Verde.

Ao ver esta sinalização

Portugal Tolls

saberá que está a entrar num autoestrada com portagens eletrónicas (ex-SCUTS).

Espero que estas informações acerca de como pagar as antigas SCUTS lhe sejam úteis!

Vai visitar Portugal? Não hesite em reservar o seu hotel ou o seu carro passando pelos links aqui em baixo. Vai-me permitir continuar a oferecer-lhe gratuitamente dicas e guias para visitar Portugal. Obrigado!

Reserve aqui o seu Hotel  Reserve aqui o seu carro

Também lhe vai interessar:

  • scuts portugal
  • scuts
  • como deve fazer os veículos francês para pagar as secutes
  • como pagar aoutostrada portugal
  • pagar scuts

Sobre Tiago

Tiago 30 anos de idade, parisiense durante 18 anos, decidi partir para a aventura e realizar o meu sonho : conhecer o nosso país de uma ponta à outra. Acho que se não conhecemos as nossas origens não nos podemos conhecer realmente. Leia mais aqui