Quando visitar São Miguel, nos Açores, saiba que vai encontrar um destino turístico com um charme autêntico e ainda relativamente desconhecido.

Composto por 9 ilhas principais, o arquipélago dos Açores irá conquistá-lo, como aconteceu comigo, pela sua diversidade de paisagens, que vão desde planícies tranquilas a montanhas enevoadas passando por muitas ravinas que oferecem uma vista deslumbrante sobre a costa atlântica.

Visitar os Açores, é a garantia de desfrutar de uma natureza intocada e duma costa com vista para um mar azul penetrante e cativante.

Localizado a cerca de 1500 km a oeste de Lisboa e a noroeste de Marrocos e a 3900 km da costa este da América do Norte, estas ilhas de origem vulcânica possuem uma flora exuberante, com uma grande variedade de flores (hortênsias, camélias, azáleas), mas também uma fauna impressionante.

mapa açores
Arquipélago dos Açores dentro do círculo vermelho

Os inúmeros miradouros oferecem uma vista deslumbrante sobre um oceano povoado por cachalotes, baleias, golfinhos, tubarões e muito mais. Poderá também nadar nas suas piscinas naturais, remanescentes da atividade vulcânica.

As praias de areia preta, cascatas, montanhas verdejantes, florestas ensolaradas proporcionam umas férias de sonho para os amantes da natureza.

O arquipélago foi, em princípio, descoberto por Diogo de Silves em 1427. Seguiram-se colónias flamengas e francesas no século XV. O domínio espanhol de 1580 a 1640 fez com que o arquipélago fosse uma escala para os navios que regressavam da América.

É a essas sucessivas ocupações que as pequenas cidades dos Açores devem a sua arquitetura colonial. O arquipélago tornou-se finalmente português após a Guerra da Restauração de Portugal.

Anteriormente dividido arbitrariamente em três partes, os Açores encontraram uma divisão mais natural com a adesão ao seu estatuto de região autónoma de Portugal, que lhes concedeu o privilégio de uma administração com órgãos regionais próprios, embora dependentes, em certos domínios, das instituições nacionais sediadas em Lisboa.

Hoje, as ilhas de São Miguel e de Santa Maria formam o grupo oriental, enquanto que a ilha Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial formam o grupo central e finalmente, Flores e Corvo, o grupo ocidental.

As ilhas dos Açores têm todas um interesse particular, mas é sobre a ilha de São Miguel que vou falar hoje, por ser a ilha principal e uma das mais bonitas do arquipélago.

Visitar São Miguel, Açores: Top 20 dos sítios a descobrir

1. Miradouro Vista do Rei

Situado perto da cidade de Ponta Delgada, este miradouro é, sem dúvida, um dos mais bonitos (e um dos mais conhecidos) que encontrará na ilha. O Miradouro Vista do Rei oferece uma vista magnífica sobre a Caldeira das Sete Cidades e, em particular, sobre os lagos naturais com águas tanto azuis como verdes como é o caso da Lagoa das Sete Cidades.

  • Vantagem: 18 km de caminhos bem tratados que ladeiam as lagoas. Ideal para quem gosta de fazer caminhadas com vistas deslumbrantes.
  • Dica: se quiser desfrutar ao máximo desta paisagem digna dum postal, visite o Miradouro Vista do Rei quando fizer bom tempo, de forma a evitar o nevoeiro.

2. Miradouro das Cumeeiras

Miradouro-das-Cumeeiras-Sao-Miguel

Este é um dos miradouros que oferece algumas das melhores vistas sobre a Lagoa das Sete Cidades e sobre a parte ocidental da ilha de São Miguel. Se tiver oportunidade, desfrute desta paisagem enquanto faz um piquenique numa das mesas que aí se encontram.

Saiba também que este miradouro é muito menos conhecido do que o Miradouro da Vista do Rei e oferece a vista oposta sobre a Lagoa das Sete Cidades. Por estas razões, posso dizer que este é o lugar ideal para aqueles que querem admirar esta beleza natural sem grandes multidões.

3. Miradouro do Cerrado das Freiras

Miradouro-do-Cerrado-das-Freiras-Sao-Miguel

Localizado a cerca de 23 km de Ponta Delgada, o Miradouro do Cerrado das Freiras é outro miradouro que oferece uma vista sobre a Lagoa das Sete Cidades.

Este miradouro encontra-se na parte de trás da Lagoa de Santiago, pelo que, se quiser admirar esta lagoa, terá de percorrer uns 300 metros e desfrutar das vistas a partir do miradouro que aí se encontra.

Miradouro-da-Lagoa-de-Santiago-Sao-Miguel

Para os mais aventureiros, saiba que há a possibilidade de descer pelo caminho à esquerda do Miradouro da Lagoa do Santiago para, desta forma, poder admirar a lagoa de perto.

4. Lagoa do Canário & Miradouro da Boca do Inferno

Miradouro-Boca-do-Inferno-Sao-Miguel

A Lagoa do Canário situa-se a cerca de 17 km de Ponta Delgada e, para além de a poder admirar de perto, tal como ao bosque que encontrará aí, saiba que pode e deve descobrir o Miradouro da Boca do Inferno.

Neste belo miradouro, poderá desfrutar da fantástica vista sobre a Lagoa das Sete Cidades, sobre a Lagoa de Santiago e sobre a Lagoa Rasa.

Saiba também que este é para mim um dos miradouros mais bonitos de São Miguel (quando não há nevoeiro) e será, sem dúvida, para si um dos momentos inesquecíveis da sua visita à ilha.

  • Dica: encontrará um portão à entrada da lagoa junto ao qual muitas pessoas deixam as suas viaturas, mas saiba que pode entrar para ver o miradouro. Evitará fazer uma caminhada de 2 km (ida e volta).

5. Ponta da Ferraria

Miradouro-Ponta-da-Ferraria-Sao-Miguel

Situada na costa ocidental da ilha de São Miguel e a cerca de 26 km de Ponta Delgada, a Ponta da Ferraria está classificada como um monumento natural regional devido à sua beleza inigualável, e é atualmente uma zona balnear única graças às suas piscinas naturais e às fontes de água quente terapêuticas e de origem vulcânica.

Para além de poder tomar banho neste sítio, saiba que também pode explorar a zona envolvente e admirar a paisagem natural bem como o bonito farol com 18 metros de altura.

6. Ponta Delgada

Portas-da-Cidade-Ponta-Delgada

Outrora um porto seguro para os navios que navegavam de e para a Índia, Ponta Delgada cresceu e tornou-se uma das maiores e mais importantes cidades de Portugal.

Com mais de 500 anos de história e considerada como a capital económica dos Açores, Ponta Delgada irá encantá-lo pelas suas bonitas igrejas, pela arte urbana, pelos seus jardins, pelo seu forte e pela gruta de origem vulcânica onde encontrará o maior túnel de lava da ilha.

Para conhecer a cidade ao pormenor, convido-o a ler o meu top 20 dos sítios a visitar em Ponta Delgada.

7. Lagoa do Fogo

A Lagoa do Fogo é a lagoa com a uma maior altitude da ilha (575 metros), a segunda maior e um dos postais da ilha de São Miguel.

Para a poder admirar, faça uma paragem no Miradouro da Barrosa e no Miradouro da Lagoa do Fogo onde se encontra um parque de estacionamento.

Do Miradouro da Lagoa do Fogo, terá a possibilidade de descer até ao nível da lagoa e à sua pequena praia (uma caminhada de 2 km). Ainda assim, tenha cuidado pois o clima neste sítio muda rapidamente (o céu azul pode ficar cheio de nevoeiro numa questão de minutos).

8. Caldeira Velha

Aqui terá, sem dúvida, a possibilidade de apreciar a calma e o silêncio num sítio bonito e verdejante.

A Caldeira Velha, que se encontra no centro da ilha, entre a Lagoa do Fogo e a Ribeira Grande, é um parque onde encontrará uma grande biodiversidade com duas piscinas onde a água é naturalmente quente (38 °C na piscina pequena e 21 ºC na grande).

9. Ermida da Nossa Senhora da Paz

Segundo conta a lenda, a Ermida da Nossa Senhora da Paz foi edificada em 1764, depois da aparição da Virgem Maria a um pastor.

O principal motivo de interesse deste local é a vista que é oferecida sobre Vila Franca do Campo e o Ilhéu de Vila Franca do Campo, que pode ser visitado de barco.

Informação: Todos os anos decorre no Ilhéu de Vila Franca do Campo o Red Bull Cliff Diving, o campeonato mundial de salto de penhasco.

10. Lagoa do Congro

Localizada a 14 km da povoação das Furnas, a Lagoa do Congro não é tão conhecida como as outras lagoas da ilha, mas a beleza e quietude deste sítio fazem dela um dos meus lugares favoritos em São Miguel!

Informação: para chegar a este sítio será necessário fazer uma pequena caminhada de menos de um quilómetro pelo meio da bonita floresta.

11. Praia de Moinhos

A praia de Moinhos é para mim uma das mais bonitas praias da ilha. Para além da beleza deste sítio, encontrará aqui um restaurante/café, vestiários e um grande parque de estacionamento a 200 metros de distância da praia.

12. Plantações de Chá da Gorreana e de Porto Formoso

Aquando da sua visita aos Açores e, em particular, à ilha de São Miguel, não perca a oportunidade de ver as únicas plantações de chá da Europa com fins industriais.

Situadas em Porto Formoso e na Maia (a menos de 3 km de distância), as plantações de chá da Gorreana e de Porto Formoso dar-lhe-ão a descobrir todas as etapas do fabrico; terá a possibilidade de passear pelo meio das plantações e, claro, saborear o seu delicioso chá.

Informação: a visita às plantações de Porto Formoso é mais autêntica e é acompanhada por um guia. Mesmo que visite a fábrica de Porto Formoso, convido-o a fazer uma paragem nas plantações de chá da Gorreana para passear pelos seus campos com cerca de um quilómetro de comprimento (do outro lado da estrada, em frente à fábrica).

13. Furnas

A povoação das Furnas é, sem dúvida alguma, um dos sítios mais visitados da ilha de São Miguel e precisará de pelo menos um dia para apreciar as suas maravilhas.

Furnas tem uma magnífica lagoa com dois pontos de interesse situados nas duas extremidades e que não pode perder.

No parte sul, convido-o a visitar a bonita Ermida da Senhora da Vitória.

Na parte norte, encontrará a Caldeira das Furnas, um sítio onde os habitantes preparam o cozido à portuguesa nos fornos naturais alimentados pela atividade vulcânica. Para poder apreciar esta especialidade, aconselho-o a fazer uma reserva com antecedência num dos restaurantes da povoação.

Outro dos sítios a não perder nas Furnas é o Parque Terra Nostra. Este soberbo parque de 12 hectares com vegetação luxuriante oferece momentos únicos junto a uma impressionante coleção botânica com grandes samambaias, hortênsias e muito mais.

Para além de poder passear por um jardim botânico, pode também dar um mergulho na piscina com água termal ferruginosa a 38 ºC. Embora convide a um banho bem agradável, a sua água cor de terra é suja, mas encontrará no parque instalações sanitárias para se lavar.

  • Conselho: leve calções ou fato de banho mais velhos que esteja disposto a deitar fora depois de mergulhar neste sítio.

Furnas têm outras instalações termais com piscinas muito apreciadas por quem as visita, como é o caso da Poça da Dona Beija.

Este sítio era, no início, uma fonte de água onde os habitantes locais se iam banhar, numa gruta onde a água era naturalmente aquecida a mais de 35 ºC.

Há alguns anos, efetuaram-se algumas obras e, desde então que há algumas piscinas disponíveis para as pessoas irem a banhos nesta água ferruginosa a mais de 35 ºC.

A vantagem deste sítio em relação ao Parque Terra Nostra é o facto de encerrar mais tarde (23h) e os bilhetes serem um pouco mais baratos.

  • Conselho: visite apenas este lugar se não tiver tempo ou não quiser visitar o Parque Terra Nostra.
  • Dica: leve calções ou fato de banho mais velhos que esteja disposto a deitar fora depois de mergulhar neste sítio.

Se passar pela Avenida Victor Manuel Rodrigues, não fique surpreendido em ver uma casa invertida!

Esta “obra de arte” é, na verdade uma subestação de transformação da empresa de eletricidade dos Açores.

14. Miradouro do Pico do Ferro

O Miradouro do Pico do Ferro dar-lhe-á a possibilidade de avistar a povoação das Furnas, a Lagoa, bem como as Caldeiras das Furnas.

15. Cascata da Ribeira Quente

Localizada a sul das Furnas, junto à estrada que leva à Ribeira Quente, esta cascata é, sem dúvida, uma das mais bonitas da ilha.

Informação: o acesso a esta cascata situa-se entre dois pequenos túneis que se encontram na estrada. Não pondere deixar a sua viatura no local. Estacione a sua viatura na berma da estrada, a 300 metros (antes ou depois dos túneis).

16. Praia do Fogo

Localizada na Ribeira Quente, a praia do Fogo é uma das praias que o aconselho a descobrir aquando da sua visita a São Miguel. Para além da sua beleza, terá tudo o que é necessário para passar uns momentos agradáveis: parque de estacionamento, restaurante, entre outros.

17. Miradouro da Pedra dos Estorninhos e Salto da Farinha

Estes dois miradouros, localizados na freguesia de Salga, oferecem uma bela vista sobre o mar, a pequena praia, a costa norte da ilha e as suas falésias negras bem como sobre a cascata do Salto da Farinha.

Como em muitos dos miradouros dos Açores, aqui também encontrará algumas mesas para fazer um piquenique bem como locais próprios para fazer um churrasco.

  • Conselho: para os mais corajosos, não hesite em descer os 500 metros a pé (não o aconselho a ir de carro – a estrada tem um desnível muito grande) até à pequena praia e para ver mais de perto a cascata do Salto da Farinha.

18. Parque Natural dos Caldeirões

Localizado na costa este da ilha, este bonito parque natural irá encantá-lo com a sua bonita cascata, o seu riacho, o lago, os seus moinhos de água e a sua flora.

  • Informação: este sítio tem um café onde poderá descansar e recuperar energias e uma loja de souvenirs.

19. Farol do Arnel

Situado junto à vila Nordeste e colado ao mar, o Farol do Arnel foi o primeiro farol a ser instalado no arquipélago dos Açores e entrou em funcionamento em 26 de novembro de 1876.

Poderá descer até ao local para admirar o farol mais de perto e as pequenas casas e barcos dos pescadores.

Aconselho-o vivamente a deixar a sua viatura junto à sinalização “Farol do Arnel” e fazer os últimos 500 metros a pé. É possível ir de carro, mas a estrada é estreita, com curvas apertadas e, para ajudar, um grande desnível de 35 %.

Informação: para tirar bonitas fotos do farol, faça uma paragem no Miradouro da Vista dos Barcos, situado a 2 km a sul da vila Nordeste.

20. Miradouro Ponta do Sossego

A vista a partir deste miradouro é magnífica, mas o que faz deste lugar um sítio extraordinário é o pequeno caminho em terra batida na falésia, ladeado por hortênsias. Não hesite em fazer um piquenique neste miradouro para desfrutar do ambiente paradisíaco.

Se ainda não visitou o arquipélago dos Açores, não perca mais tempo, compre o seu bilhete de avião e parta à descoberta de um dos tesouros de Portugal ainda desconhecido por muitos.

  • Dias necessários para visitar a ilha de São Miguel: 5 dias sem contar o dia da chegada e o dia da partida.

Deseja visitar a ilha de São Miguel? Então leia aqui o meu roteiro detalhado de 5 dias (com estes 20 locais e outros que merecem ser visitados):

Onde dormir na ilha de São Miguel

Marina Mar II (link afiliado)

O Marina Mar II está localizado num complexo novo e proporciona acomodação em apartamentos modernos com acesso a uma piscina exterior. Esta unidade encontra-se na ilha de São Miguel, a 150 metros da Praia da Vinha da Areia.

O Marina Mar II é um local extraordinário para passar uma semana de férias na ilha de São Miguel.

Hotel Canadiano *** (link afiliado)

O Hotel Canadiano é outra das excelentes opções que tem quando visitar a bonita ilha de São Miguel e, em particular, a cidade de Ponta Delgada.

Os hóspedes que ficarem aqui hospedados podem ter a certeza que irão encontrar as comodidades necessárias para desfrutar duma ótima estadia neste local. Para além disso, podem igualmente experimentar uma refeição no restaurante ou uma bebida no bar do hotel.

Azor Hotel ***** (link afiliado)

Considerado um dos hotéis preferidos de quem visita o arquipélago dos Açores e, em particular, a ilha de São Miguel, o Azor Hotel situa-se de frente para o Oceano Atlântico e proporciona algumas das mais bonitas vistas que pode encontrar nesta ilha.

Este hotel de cinco estrelas oferece aos seus hóspedes tudo o que podem querer para passar umas férias de sonho. Aqui, encontrará uma piscina exterior com vistas magníficas, um centro de fitness e quartos confortáveis.

Onde comer na ilha de São Miguel

Restaurante da Associação Agrícola de São Miguel

Saca-Rolhas Taberna

Reserva

Boca de Cena

Como chegar à ilha de São Miguel

A única forma de chegar ao arquipélago dos Açores é de avião. As companhias aéreas que servem Ponta Delgada são: SATA (Azores Airlines), TAP e Ryanair. Não há nenhum voo direto do Brasil nem de capitais europeias com exceção de Lisboa e de Londres.

Terá sempre de fazer escala em Lisboa ou no Porto. A viagem do Brasil até Porto/Lisboa demora cerca de 9h40 e do Porto/Lisboa até Ponta Delgada demora cerca de 2h25.

Informação: por vezes, compensa comprar um bilhete com voo direto de um dos aeroportos referidos do que um bilhete com escala.

Exemplo: se morar no Brasil, em vez de comprar um bilhete do Rio de Janeiro para Ponta Delgada, pesquise a possibilidade de comprar um bilhete do Rio de Janeiro para Lisboa ou Porto e depois outro bilhete de Lisboa ou Porto até Ponta Delgada. Faça exatamente o mesmo para o voo de regresso (Ponta Delgada > Lisboa/Porto > Rio de Janeiro).

Ao fazer isto consegui poupar cerca de 50 % do valor do bilhete aquando da minha primeira viagem de Paris até Ponta Delgada.

Como se deslocar na ilha de São Miguel

A melhor forma de visitar a ilha é fazê-lo de carro. O único inconveniente é que o preço do aluguer das viaturas (link afiliado) é um pouco mais caro do que no Porto ou em Lisboa.

Pode também utilizar os transportes públicos disponíveis em São Miguel, mas terá de ficar mais uns dias na ilha para poder admirar as suas maravilhas.

A outra possibilidade para aqueles que não querem alugar carro nem andar em transportes públicos, é fazer uma das atividades mais longas para descobrir uma grande parte dos locais turísticos da ilha.

Deixo-lhe, em baixo, algumas atividades que lhe darão a possibilidade de explorar a ilha de São Miguel:

Tradições e Festividades

Com lugar entre março e abril, o Festival Tremor é, porventura, o primeiro grande evento do ano a ocorrer na ilha de São Miguel. O programa deste festival é muito variado e inclui concertos e diversas atividades.

A festividade que juntará mais pessoas em toda a ilha é a das Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres, uma festa realizada em honra da imagem de Cristo que se encontra no Convento da Esperança, em Ponta Delgada.

Estas festas ocorrem na quinta semana depois da Páscoa e têm como ponto alto as procissões e, naturalmente, o espetáculo de fogo-de-artifício no sábado à noite.

Como já referi acima, Ponta Delgada é rica em arte urbana, em que se destacam os bonitos grafítis que decoram algumas ruas desta cidade. Nesse sentido, um dos eventos que não pode perder na sua visita a São Miguel, entre finais de junho e inícios de julho, é o Walk & Talk. Este evento dá a conhecer várias formas de arte urbana, e não só, aos habitantes da ilha bem como a todos os visitantes.

Vai visitar a ilha de São Miguel, nos Açores? Então não hesite em reservar o seu hotel, o seu carro ou as melhores atividades passando pelos links aqui em baixo. Vai-me permitir continuar a oferecer-lhe gratuitamente dicas e guias para visitar Portugal. Obrigado!

Também lhe vai interessar:

  • açores sitios a visistar
  • sao miguel attractions map