Top 10 dos sítios a visitar na Ilha de São Miguel, Açores

Se visitar São Miguel, nos Açores, saiba que vai encontrar um destino turístico com um charme autêntico e ainda relativamente desconhecido.

Composto por 9 ilhas principais, o arquipélago dos Açores irá conquistá-lo pela sua diversidade de paisagens, que vão desde planícies tranquilas a montanhas enevoadas passando por muitas ravinas que oferecem uma vista deslumbrante sobre a costa atlântica.

Visitar os Açores, é a garantia de desfrutar de uma natureza intocada e uma costa com vista para um mar azul penetrante e cativante.

Localizado a cerca de 1500 km a oeste de Lisboa e a noroeste de Marrocos e a 3900 km da costa este da América do Norte, estas ilhas de origem vulcânica possuem uma flora exuberante, com muitas variedades de flores (hortênsias, camélias, azáleas), mas também uma fauna impressionante.

 

mapa açores
Arquipélago dos Açores dentro do círculo vermelho

Os inúmeros miradouros oferecem uma vista deslumbrante sobre um oceano povoado por cachalotes, baleias, golfinhos, tubarões e muito mais. Poderá também nadar nas suas piscinas naturais, remanescentes da atividade vulcânica.

As praias de areia preta, cascatas, montanhas verdejantes, florestas ensolaradas proporcionam umas férias de sonho para os amantes da natureza.

O arquipélago foi, em princípio, descoberto por Diogo de Silves em 1427. Seguiram-se colónias flamengas e francesas no século XV. A dominação espanhola de 1580 a 1640 fez com que o arquipélago fosse uma escala dos navios que regressavam da América.

É a essas sucessivas ocupações que as pequenas cidades dos Açores devem a sua arquitetura colonial. O arquipélago tornou-se finalmente português após a Guerra da Restauração de Portugal.

Anteriormente dividido arbitrariamente em três partes, os Açores encontrarão uma divisão mais natural com a adesão ao seu estatuto de região autónoma de Portugal o que lhes concede o privilégio de uma administração com órgãos regionais próprios, embora dependentes, em certos domínios, das instituições nacionais sediadas em Lisboa.

Hoje, as ilhas de São Miguel e de Santa Maria formam o grupo oriental, enquanto que a ilha Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial formam o grupo central e finalmente, Flores e Corvo, o grupo ocidental.

As ilhas dos Açores têm todas um interesse particular, mas é sobre a ilha de São Miguel que vamos falar hoje, por ser a ilha principal e uma das mais bonitas do arquipélago.

Visitar São Miguel, Açores: Top 10 dos sítios a descobrir

1. Miradouro Vista do Rei

Se visitar São Miguel, não perca a oportunidade de ir ao miradouro Vista do Rei. Situado perto da cidade de Ponta Delgada, este miradouro é sem dúvida um dos mais lindos que vai encontrar na ilha. A “vista do Rei”, oferece vistas deslumbrantes sobre a Caldeira das Sete Cidades e sobre os seus lagos naturais, com águas azuis e verdes, incluindo a magnífica “Lagoa das Sete Cidades“.

  • Dica: se quiser desfrutar deste cartão postal, visite o miradouro Vista do Rei em dias de bom tempo, para evitar o nevoeiro. Vai encontrar 18 km de estradas bem conservadas que rodeiam os lagos. Ideal para os amantes de caminhadas.

2. Caldeira Velha

Vai apreciar sem dúvida, a tranquilidade e o relaxamento que este lugar verdejante oferece. A Caldeira Velha, localizada na Ribeira Grande, no centro da ilha, é caracterizada pela sua bela cascata que cai no Lago de Fogo.

O calor da água na piscina natural é de 27 °C (foto acima) e 38 °C na piscina natural situada um pouco mais abaixo. As alturas da Caldeira vão-lhe permitir admirar uma das mais belas paisagens de São Miguel.

  • Dica:  nas Fumarolas vai encontrar a água a uma temperatura de 61 °C, portanto tenha cuidado para não se queimar!

3. Parque Terra Nostra

Este lindíssimo parque de 12 hectares com uma vegetação exuberante, oferece um momento de tranquilidade numa coleção botânica impressionante (samambaias, hortênsias, entre outros).

Aproveite igualmente a piscina de água termal ferruginosa (38 °C). Embora tenha a oferta de um mergulho muito agradável, a água alaranjada irá sujá-lo, mas não se preocupe pois no local vai encontrar instalações sanitárias para se lavar.

  • Dica: traga um fato de banho usado/velho porque dificilmente a ferrugem irá sair.

4. Parque dos Caldeirões

Outro sítio a conhecer quando visitar São Miguel é o Parque dos Caldeirões. Localizado na costa leste da ilha, este parque irá seduzi-lo com o seu rio, o seu moinho de água e a linda cascata. Vai também poder admirar belas árvores e flores. Aproveite o parque e faça uma pausa para tirar umas lindas fotos.

  • Dica: vai encontrar no local um café e uma loja de souvenirs.

5. Lagoa das Furnas

Um magnífico lago, ao longo do qual pode fazer uma caminhada em paz com a natureza.

  • Dica: os moradores e os restaurantes locais preparam o cozido à portuguesa nos fornos naturais gerados pela atividade vulcânica. Para poder experimentar este cozido à portuguesa especial terá de reservar com antecedência.

  • Informações: para poder aceder à Lagoa das Furnas terá de pagar o parque de estacionamento (valor baixo) e uma taxa de 50 cêntimos por pessoa.

6. Miradouro da Lagoa do Canário

A pequena lagoa do Canário oferece uma vista deslumbrante. Certamente uma das mais belas vistas da ilha e um dos lugares mais relaxantes.

  • Dica: vai encontrar um portão à entrada da lagoa onde muitas pessoas deixam o carro. Saiba, no entanto, que pode entrar com o seu carro para apreciar o miradouro. Vai poupar uma caminhada de 1 km para cada lado.

7. Lagoa do Congro

Um lago com água cristalina, tranquilo e encantador onde não vai encontrar turistas – um sítio a não perder se visitar São Miguel.

  • Dica: para aceder à lagoa tem que seguir um caminho pelo meio da linda floresta, o que lhe irá proporcionar uma caminhada relaxante.

8. Miradouro Ponta do Sossego

Vai encontrar neste miradouro (o meu preferido) uma paisagem bucólica fascinante. É um local ideal para fazer um piquenique.

  • Dica: no local vai encontrar vários sítios para fazer um piquenique e sanitários.

9. Miradouro da Pedra dos Estorninhos

Este miradouro, situado na freguesia de Salga, propõe uma vista incrível para o mar e para a costa norte da ilha. Aproveite para fazer uma caminhada até ao mar e descobrir a linda cascata da Ribeira.

  • Dica: vai encontrar neste miradouro, tal como no anterior, tudo o que precisa para fazer um piquenique.

10. Miradouro Pedras Negras

O miradouro Pedras Negras é um dos mais invulgares da ilha pois poderá ver daqui a Tromba do Elefante. O nome vem da falésia que é parecida com uma cabeça de elefante com a sua tromba e as suas orelhas.

Se ainda não visitou o arquipélago dos Açores, não perca mais tempo, compre o bilhete de avião o quanto antes para descobrir um dos sítios mais extraordinários de Portugal.

  • Dias necessários para visitar São Miguel, Açores: 5 dias, sem contar com o dia de chegada e de partida
Onde DormirOnde ComerTransportesInformações Úteis

Sugestões para dormir

Marina Mar II (link afiliado)

O Marina Mar II está localizado num complexo novo e proporciona acomodação em apartamentos modernos com acesso a uma piscina exterior. A unidade encontra-se na Ilha de São Miguel, a 150 metros da Praia da Vinha da Areia.

O Marina Mar II é um local extraordinário para passar uma semana de férias na Ilha de São Miguel.

Informações

Preço: 135 €/noite, apartamento com 1 quarto

Serviços: Internet gratuita, parking gratuito

Check-in: Das 14h às 22h

Check-out: Até às 12h

Localização: Rua Da Marina Empreendimento Marina Mar II, 9680-011 Vila Franca do Campo, Portugal

Solmar Alojamentos (link afiliado)

Situados no passeio marítimo de Ponta Delgada, virados para o Oceano Atlântico, estes apartamentos proporcionam uma base confortável durante uma visita a São Miguel.

Informações

Preço: 100 €/noite, apartamento com 1 quarto ou 125 €/noite, apartamento para 4 pessoas

Serviços: Internet gratuita

Check-in: A partir das 15h

Check-out: Até às 11h

Localização: Av. Infante D. Henrique 71, 9504-529 Ponta Delgada – Açores, Portugal

Marina Lounge Hostel (link Afiliado)

O Marina Lounge Hostel localiza-se a 200 metros da marina, em Ponta Delgada, e a 900 metros do centro da cidade. O hostel providencia acesso Wi-Fi gratuito e um pequeno-almoço diário na sala de refeições.

Informações

Preço: 60 €/noite, quarto duplo

Serviços: Internet gratuita

Check-in: a partir das 14h30

Check-out: até às 12h

Localização: Rua João de Melo Abreu, 74, 9500-316 Ponta Delgada – Açores, Portugal

Vintage Place – Azorean Guest House (link afiliado)

O Vintage Place é uma pousada colorida na Ilha de São Miguel, a cerca de 5 minutos a pé do centro histórico de Ponta Delgada. Esta pousada dispõe de acesso Wi-Fi gratuito e de uma cozinha partilhada.

Informações

Preço: 49 €/noite, quarto duplo

Serviços: Internet gratuita, estacionamento gratuito

Check-in: A partir das 14h

Check-out: Até às 12h

Localização: Rua de Santa Catarina 83-85, 9500-240 Ponta Delgada – Açores, Portugal

Sugestões para comer

Saca-Rolhas Taberna

Reserva

Boca de Cena

Como chegar à ilha de São Miguel

A única maneira de visitar São Miguel, nos Açores, é ir de avião. As companhias aéreas que servem Ponta Delgada a partir do continente são: Sata, TAP, Ryanair e a Easyjet. A viagem dura cerca de 2h30 e tem um custo de +/- 100 € por pessoa (dependendo das datas)

Como se deslocar na ilha de São Miguel

A melhor maneira de visitar a ilha é de carro. Os preços são um pouco mais caros do que no continente, mas mesmo assim fica mais barato (mínimo de 2 pessoas) do que visitar a ilha numa “carrinha turística”.

Vai visitar São Miguel, nos Açores? Não hesite em reservar o seu hotel ou o seu carro passando pelos links aqui em baixo. Vai-me permitir continuar a oferecer-lhe gratuitamente dicas e guias para visitar Portugal. Obrigado!

Reserve aqui o seu Hotel  Reserve aqui o seu carro

Também lhe vai interessar:

  • arquipélago dos açores portugal
  • visitar sao miguel
  • o que visitar em são miguel
  • o que visitar nos açores
  • o que visitar em s miguel

Sobre Tiago

Tiago 30 anos de idade, parisiense desde os 12 anos, decidi partir para a aventura e realizar o meu sonho : conhecer o nosso país de uma ponta à outra. Acho que se não conhecemos as nossas origens não nos podemos conhecer realmente. Leia mais aqui