Como visitar a ponte suspensa 516 Arouca e os Passadiços do Paiva

Os Passadiços do Paiva são um percurso linear de 8,7 km, feito na sua maioria em passadiços de madeira (daí o nome do percurso) no meio da montanha junto ao rio Paiva, que desagua no rio Douro.

Está situado a 14 km da vila de Arouca e a pouco menos de 80 km do Porto. Todo o percurso está localizado no Arouca Geopark, reconhecido pela UNESCO como património geológico da humanidade.

O percurso foi aberto em Junho de 2015 e foi um enorme sucesso desde o início. Nos primeiros meses, houve até 8.000 pessoas por dia a descobrir esta maravilha. A fim de regular as multidões e oferecer aos visitantes uma melhor experiência, o percurso está agora limitado a 2.000 pessoas por dia.

Ao longo do percurso existem 9 biospots que lhe permitirão descobrir os diferentes insectos, plantas e animais presentes em redor dos Passadiços do Paiva.

Encontrará também vários geossítios onde pode admirar, por exemplo, a bela cascata das Aguieiras e a Gola do Salto, um desnível de três a quatro metros no leito do rio Paiva, ideal para desportos radicais como o rafting.

Passadicos do Paiva - Arouca - Portugal

Em Maio de 2021 foi inaugurada uma nova atracção no extremo sul dos Passadiços do Paiva. Poderá agora caminhar na maior ponte pedonal suspensa do mundo!

Ponte-516-Arouca-Passadicos-do-Paiva-Portugal

Composta por 127 tabuleiros de gradil metálico de 4 metros de comprimento e 1,20 metros de largura, a Ponte 516 Arouca está situada 175 metros acima do rio Paiva e tem 516 metros de comprimento (como o seu nome sugere).

Da ponte, terá a oportunidade de admirar os Passadiços do Paiva, a cascata das Aguieiras, as belas paisagens que rodeiam o rio enquanto testa os seus limites (especialmente se tiver medo das alturas).

Aqui estão os passos a seguir para visitar os Passadiços do Paiva e a ponte suspensa 516 Arouca

Para o ajudar a preparar a sua visita aos Passadiços do Paiva e à ponte suspensa 516 Arouca, detalharei abaixo os passos que precisa de dar para ter uma experiência inesquecível!

Como comprar os bilhetes de acesso aos Passadiços do Paiva e à ponte suspensa 516 Arouca?

A primeira coisa a fazer antes de comprar os bilhetes é escolher se quer visitar os Passadiços do Paiva e a ponte suspensa ou apenas os passadiços.

Se visitar a ponte suspensa, o acesso aos Passadiços do Paiva está incluído, desde que o faça no mesmo dia.

Para comprar os bilhetes de acesso aos Passadiços do Paiva, é necessário :

  • Ir ao site oficial dos Passadiços do Paiva: https://reservas.passadicosdopaiva.pt/pt/bilhetes
  • Escolha uma das datas disponíveis no calendário (pode comprar os seus bilhetes com até 30 dias de antecedência)
  • Escolha o tipo de bilhete (“individual” para a compra de até 10 bilhetes)
  • Em “Local de entrada” escolha uma das duas entradas disponíveis (ajudo-o a escolher abaixo)
  • Em “Hora de Entrada” escolha se quer começar o percurso de manhã ou de tarde
  • Em seguida, escolha o número de bilhetes que deseja de acordo com a idade dos participantes
  • Selecione “Li e aceito as Normas de Utilização dos Passadiços do Paiva”
  • Clique em “Reservar”
  • Introduza os seus dados pessoais
  • Clique em “Continuar”
  • Após verificar os dados, escolha o tipo de pagamento
  • Clique em “Confirmar”

Depois de ter efetuado o pagamento irá receber os bilhetes por email. Pode imprimi-los ou guardá-los no seu smartphone.

Fora do período “covid-19”, é possível comprar os bilhetes no local, mas o preço é multiplicado por 2 (4 euros por pessoa em vez de 2 euros na Internet).

Informação: também pode comprar os bilhetes no posto de turismo de Arouca (2x mais caro do que na Internet).

Para comprar bilhetes que dão acesso à ponte suspensa 516 Arouca (acesso Passadiços do Paiva incluido), é necessário:

Ir à central de reservas do município de Arouca: https://bookings.cm-arouca.pt/reservar
Clique em “Data” para aceder ao calendário (se necessário, clique na seta à direita para aceder ao mês seguinte). Escolha uma data disponível (as que estão a preto)

  • Em “Entrada”, escolha “Pórtico de Alvarenga” ou “Pórtico de Canelas” (ajudo-o a escolher abaixo)
  • Em “Hora” escolha a hora que quer visitar (deve de estar presente na hora indicada, caso contrário perde a sua vez)
  • Em seguida, escolha o número de bilhetes que deseja, de acordo com a idade dos participantes. Se visitar a ponte suspensa em família (2 adultos e uma criança com no máximo 17 anos, escolha “Pack Família A” ou “B” para 2 crianças e “C” para um mínimo de 3 crianças)
  • Clique em “Seguinte”
  • Insira os seus dados pessoais
  • Aceite as condições e depois clique em “Seguinte”.
  • Depois de verificar os dados, clique em “Comprar”.
  • Escolha o meio de pagamento
  • Depois de inserir os dados de pagamento, clique em “Entrar”, “Continuar Compra” ou “Gerar referência para pagamento” se pagar por multibanco

Depois de ter efetuado o pagamento irá receber os bilhetes por email. Pode imprimi-los ou guardá-los no seu smartphone.

Informação: para aceder aos Passadiços do Paiva, basta mostrar o bilhete para a ponte suspensa. Pode fazer o percurso antes ou depois de visitar a ponte 516 Arouca, desde que o faça no mesmo dia.

Qual entrada dos Passadiços do Paiva escolher?

Se fizer o percurso de ida e volta (17 km), comece em Espiunca, para evitar de terminar na parte mais difícil dos passadiços perto de Areinho (ver foto abaixo).

Passadicos do Paiva

Se fizer o percurso apenas num sentido (8,7 km), pode começar em ambas as entradas, mas recomendo que comece em Areinho para subir muito menos degraus. Descerá a parte mais difícil em vez de subir.

Se quiser fazer apenas metade do percurso (4 km para cada lado) desde Espiunca ou Areinho até à praia de Vau, comece em Espiunca para fazer a parte mais fácil dos Passadiços do Paiva.

praia do vau - passadicos do paiva
Praia do Vau

Informação: a duração média do percurso num sentido é de 2h30. É livre de demorar o tempo que quiser, desde que saia dos passadiços antes da hora de fecho (clique aqui para ver os horários).

Se fizer o percurso apenas numa direção, no final terá de apanhar um táxi ou um transfer 4×4. O preço varia entre 15 e 20 euros por carro (se houver 4 pessoas, custa apenas 5 euros por pessoa). Se não vir um táxi quando chegar, não hesite em ligar para um dos números disponíveis nas várias publicidades, como último recurso, peça ajuda no bar.

Qual entrada escolher para visitar a ponte suspensa 516 Arouca ?

Se vai apenas visitar a ponte suspensa, escolha a entrada “Pórtico de Alvarenga”. O percurso que vai ter que fazer a pé é de 1 km desde o parque de estacionamento até à ponte, é fácil e demora apenas 20 minutos.

Se escolheu iniciar os Passadiços do Paiva pelo lado de Areinho (ideal para quem caminha apenas numa direcção), escolha a entrada “Pórtico de Canelas”. Esteja ciente de que entre a entrada de Areinho e a entrada da ponte, terá de caminhar 1,2 km e subir uma escadaria de mais de 500 degraus.

Informação: se planeia visitar a ponte no início do seu dia, esteja na entrada dos Passadiços do Paiva (Areinho) 1 hora antes da hora marcada no bilhete da ponte.

Se vai fazer os passadiços ida e volta (17 km) e que tenciona começar em Espiunca, inicie a sua visita 2,5 horas antes da hora marcada no seu bilhete. A entrada a ser escolhida no momento da compra do bilhete da ponte é “Pórtico de Canelas”.

Uma vez terminada a visita à ponte, pode concluir o percurso dos Passadiços do Paiva até Areinho (1,2 km) ou voltar directamente para Espiunca.

Se começou em Espiunca e só fez metade da caminhada (Praia do Vau e depois voltou para Espiunca), escolha a entrada para a ponte “Pórtico de Alvarenga”. Inicie a caminhada pelo menos 3 horas antes da hora indicada no bilhete da ponte.

A viagem de carro de Espiunca até ao parque de estacionamento em Alvarenga é de 15 minutos. A partir daí terá uma caminhada de 20 minutos até à entrada da ponte “Pórtico de Alvarenga”.

Informação: a visita da ponte é feita nos dois sentidos, começa e termina no mesmo local, mas se desejar, pode visitar a ponte apenas num sentido. A visita (que é excepcional) dura cerca de uma hora.

Onde estacionar para visitar os Passadiços do Paiva

Entrada Espiunca

A 300 metros da entrada dos Passadiços do Paiva encontra-se a praia fluvial de Espiunca, onde existe um parque de estacionamento em terra batida que pode receber um pouco mais de 100 carros.

Passadicos do Paiva - Arouca - Portugal

No local encontrará um bar (junto à praia) e um restaurante mesmo antes da entrada para o parque de estacionamento. Na entrada ou saída (dependendo de onde começou) dos passadiços, há outro bar, ideal para refrescar após o final do percurso.

Passadicos do Paiva - Arouca - Portugal

Entrada Areinho

Os Passadiços do Paiva começam na praia fluvial do Areinho, onde existe um parque de estacionamento que pode receber cerca de 50 carros. Para além de encher rapidamente, este parque tem um acesso bastante estreito (quando 2 carros passam um pelo outro, é necessário fazer algumas manobras para conseguir passar) e para piorar as coisas, o início do acesso tem um desnível significativo e está localizado numa curva.

Para evitar alguns sustos, aconselho-o a estacionar o seu carro no grande parque de estacionamento de terra batida localizado 1 km acima. Depois de deixar a estrada, terá de conduzir algumas centenas de metros numa estrada de terra batida até ao parque de estacionamento que pode receber carros, autocarros, ou autocaravanas.

Passadicos-do-Paiva-Arouca-Portugal

Para chegar até à praia fluvial do Areinho e iniciar os passadiços, terá de descer pelo caminho situado do lado oeste do parque de estacionamento. A descida tem cerca de 500 metros.

Passadicos-do-Paiva-Arouca-Portugal

Dica: se quiser evitar a parte mais difícil dos passadiços quando se começa no Areinho (escadas com 500 degraus), pode utilizar o caminho de terra que era utilizado pelos camiões quando a ponte suspensa foi construída.

O caminho fica a cerca de 600 metros a norte do grande parque de estacionamento. Para chegar até ao caminho, terá de caminhar na estrada cerca de 300 metros. Se escolher este caminho, tenha cuidado com os carros.

Informação: a entrada dos Passadiços do Paiva no lado de Areinho só se torna paga ao nível da ponte suspensa.

Onde estacionar para visitar a ponte suspensa 516 Arouca

Se escolher a entrada “Pórtico de Canelas” para visitar a ponte suspensa, utilize os estacionamentos dos passadiços em Espiunca ou Areinho.

Entrada “Pórtico de Alvarenga”

Em Alvarenga, encontrará vários pequenos parques de estacionamento onde poderá deixar o seu carro antes de percorrer a pé o último quilómetro.

O parque de estacionamento mais próximo do caminho fica em frente ao cemitério, mas tem apenas 4 lugares. Atrás do cemitério, junto à igreja, há um parque de estacionamento não oficial (provavelmente utilizado em dias de missa ou para aceder ao cemitério) que lhe permitirá deixar o carro mesmo ao lado do início do caminho.

A 300 metros do início do caminho que conduz à ponte suspensa vai encontrar um terreno (atrás de um pequeno parque infantil) onde vai poder deixar o seu carro.

Ponte-516-Arouca-Passadicos-do-Paiva-Portugal

O último parque de estacionamento que recomendo situa-se a mais de 650 metros do início do caminho que dá acesso à ponte. O parque de estacionamento está dividido em dois. Do lado esquerdo tem mais de 50 lugares para carros e no lado direito alguns lugares para autocarros.

Ponte-516-Arouca-Passadicos-do-Paiva-Portugal

Como mencionado acima, o caminho que leva à ponte começa junto ao cemitério e leva-o pelas ruas estreitas de Alvarenga e termina no meio dos eucaliptos. Basta seguir as indicações “Ponte suspensa”.

Dicas para visitar a ponte suspensa 516 Arouca

A visita da ponte é feita em grupos de no máximo 25 pessoas e será acompanhado por um guia que lhe dará alguns detalhes interessantes sobre a ponte, a sua localização e as regras a respeitar.

Como a ponte tem 175 metros de altura e a parte de baixo é “transparente” (é como estar em cima de uma grelha), não recomendo a visita se tiver medo das alturas, a menos que queira testar os seus limites!

As crianças com menos de 6 anos e os animais não podem fazer a visita e não lhe será permitido fumar, comer ou correr. Pelo caminho pode parar as vezes que quiser para tirar fotografias ou apreciar a paisagem.

Não se esqueça de trazer água, roupa confortável e especialmente calçado fechado (não são permitidas sandálias e sapatos de salto alto).

Informação: em caso de chuva forte ou vento superior a 40 km/h, a ponte será fechada. Se acontecer, será notificado por SMS e e-mail. Poderá trocar os seus bilhetes por outra data à sua escolha ou solicitar um reembolso.

Covid-19: Durante a pandemia, o uso da máscara é obrigatório durante toda a visita.

Dicas para visitar os Passadiços do Paiva

O percurso dos Passadiços do Paiva é considerado difícil, especialmente por causa da subida no lado de Areinho. Se tiver problemas de saúde, evite esta parte do percurso.

Não é permitido fumar, acampar, levar aparelhos de música, carrinhos de bebé, bicicletas e animais.

Leve uma mochila com 1,5 litros de água por pessoa, comida (se quiser fazer um piquenique na praia do Vau), proteção solar, fato de banho, toalhas, roupa e calçado confortável (não vá com sandálias ou sapatos de salto alto).

Ao longo do percurso há vários telefones SOS e as casas de banho estão localizadas em Areinho, Espiunca e na praia do Vau (a meio do percurso). Para além dos bares nas extremidades dos passadiços, existe um bar na praia do Vau, mas nem sempre está aberto.

Informação: ao lado da praia do Vau há uma pequena ponte suspensa que lhe permitirá atravessar o rio Paiva.

ponte suspensa praia do vau - passadicos do paiva

Covid-19: O uso da máscara é obrigatório ao entrar e sair do percurso e ao cruzar com outras pessoas.

O que visitar nos arredores dos Passadiços do Paiva?

Muitas pessoas que vão descobrir os Passadiços do Paiva e a ponte suspensa 516 Arouca cometem o erro de irem embora no mesmo dia sem descobrirem as maravilhas desta linda região inscrita como geoparque pela UNESCO.

Recomendo que fique pelo menos mais um dia para descobrir as maravilhas naturais que estão a apenas alguns quilómetros dos Passadiços do Paiva.

Durante este segundo dia, convido-o a descobrir a bela Serra da Freita situada a 25 km dos Passadiços do Paiva e a cerca de 10 km de Arouca.

A primeira paragem que lhe sugiro é o miradouro Panorâmica do Detrelo da Malhada, que lhe oferecerá uma esplêndida paisagem.

Miradouro-do-Detrelo-da-Malhada-Portugal

A 3 km, pare no Miradouro de São Pedro Velho para admirar a vista a 360º até à Ria de Aveiro, situada a várias dezenas de quilómetros de distância.

Continuando pela estrada municipal durante 5 minutos, chegará ao Miradouro da Frecha da Mizarela, de onde terá a oportunidade de ver a cascata mais alta (75 metros) de Portugal continental e uma das mais altas da Europa.

Os mais aventureiros, podem fazer uma caminhada circular de 8 km (classificada como difícil) para ver de perto a cascata e tirar fotografias de um ângulo diferente.

Depois de contemplar a bela cascata, convido-o a descobrir dois fenómenos raros que ocorrem nas rochas graníticas.

Nas Pedras Boroas do Junqueiro verá várias fissuras na superfície da rocha que formam uma rede de polígonos que se parecem com maçarocas de milho ou boroas (pão de milho).

Um pouco mais adiante vai encontrar o centro de interpretação das Pedras Parideiras. Aqui, uma rocha granítica de 1000×600 metros “expulsa” pequenas pedras de 1 a 12 cm de diâmetro.

Informação: continue ao longo da estrada municipal durante 200 metros após o centro de interpretação para admirar a cascata da Frecha da Mizarela de outra perspetiva.

Miradouro-Frecha-da-Mizarela-Portugal-Radar-meteorologico-de-Arouca

Para terminar a sua visita à Serra da Freita, dirija-se ao radar meteorológico de Arouca de onde terá uma incrível vista panorâmica de 360º, especialmente se subir ao topo do radar (a visita deve ser reservada no Centro de Interpretação das Pedras Parideiras).

Radar Meteorologico de Arouca - Portugal

Os últimos 500 metros até chegar ao radar têm que ser feitos num caminho de terra, mas é acessível a qualquer tipo de carro.

Informação: sinta-se à vontade para andar à volta do radar para admirar toda a paisagem (especialmente se não subir o radar).

Cliquez sur le plan pour accéder à Google Maps

Onde dormir para visitar os Passadiços do Paiva, a ponte suspensa 516 Arouca e os seus arredores

Hotel Sao Pedro *** (link afiliado) – Arouca

Quinta do Pomarinho (link afiliado) – casa – Arouca

Apartamento Milénio T2 (link afiliado) – appartamento- Arouca

BellaVista Alojamento (link afiliado) – casa – Arouca

Quinta de Alvarenga (link afiliado) – casa com piscina – Alvarenga

Casa do Soutinho (link afiliado) – casa com piscina – Alvarenga

Hotel Rural da Freita*** (link afiliado) – perto do miradouro Frecha da Mizarela

Onde comer durante a sua visita à região dos Passadiços do Paiva

Tasquinha da Quinta (Arouca)

Parlamento (Arouca)

Assembleia (Arouca)

Pedestre 142 (Arouca)

Restaurante o Decio (Alvarenga)

Casa no Campo (Serra da Freita)

Restaurante Mira Freita (Serra da Freita)

Vai visitar os Passadiços do Paiva? Então não hesite em reservar o seu hotel, o seu carro ou as melhores atividades passando pelos links aqui em baixo. Vai-me permitir continuar a oferecer-lhe gratuitamente dicas e guias para visitar Portugal. Obrigado!

Também lhe vai interessar: