Depois de explorar o Parque Nacional da Peneda-Gerês fui visitar o Porto, cidade que deu o nome a Portugal. É uma cidade que conheço sem realmente conhecer, tal como Braga. Fui várias vezes ao Porto visitar a família e a um ou outro centro comercial mas nunca tinha tido a oportunidade de visitar o Porto como a cidade o merece.

Dia 1: Visitar o Porto num passeio de barco e visita às caves do vinho do Porto

O dia começou bem cedo com a ida ao aeroporto do Porto para ir buscar a minha irmã Raquel que veio de propósito de Paris para participar no meu roteiro no Porto. Comecei a visita pelo sítio mais emblemático do Porto: a Ribeira, junto ao rio Douro.

A primeira coisa que vi quando cheguei à Ribeira foi um stand da Yellow Bus Tours onde vendiam por 22 € um passe de dois dias seguidos para conhecer a cidade de bus, um passeio de 1 hora de barco e uma visita guiada a uma das caves do vinho do Porto.

Achei o preço muito apelativo já que em Paris é 3 vezes mais caro… e lá fui eu conhecer a capital do norte de bus!

No fim de ter dado a volta à cidade, voltei à Ribeira para procurar um restaurante para almoçar. Ao fim de alguns minutos, decidimos comer na esplanada de um restaurante situado de frente para o Douro, mas não foi a melhor escolha do dia porque estava um dia ventoso e de pouco calor.

Quando o frio começou a apertar pedimos para ir comer dentro do restaurante, o pedido foi atendido imediatamente pelo empregado. Para ser sincero, estava com algum receio de comer num sítio tão turístico como a Ribeira, mas o serviço esteve à altura e a comida melhor do que eu esperava.

road_trip_portugal
Polvo com batatas à murro
road_trip_portugal
Arroz de pato

No fim do almoço fui visitar o rio Douro num dos barcos rabelo, utilizados antigamente para transportar o vinho do Porto das adegas até ao cais de Gaia. Tive a oportunidade de ver as 6 pontes que cruzam o rio e apreciar a beleza da Ribeira.

visitar o porto
Edifícios típicos na Ribeira do Porto
visitar o porto
Ponte Luís I

Com a digestão já feita, a próxima etapa foi a visita às caves do vinho do Porto do outro lado da ponte Luís I, em Gaia. Tinha bilhete para uma visita guiada nas caves Cálem mas, quando cheguei lá, a visita em português já tinha começado.

Para não ter de esperar, aconselharam-me a ir fazer a visita às caves Burmester que pertence ao mesmo grupo.

road_trip_Portugal
Caves do vinho do Porto Burmester
road_trip_portugal
Pipas onde o vinho fica guardado durante vários anos

Valeu a pena os 22 € que gastámos por pessoa para a visita à cidade de bus, o passeio de barco e a visita às caves do vinho do Porto. Soube depois que se fosse comprar o bilhete para cada sítio separadamente custava 10 € cada, o que nos faria perder 24 €.

Voltei para trás e acabei o dia na Ribeira a comprar algumas lembranças desta linda cidade, mas pelo caminho tivemos um encontro engraçado…

road_trip_portugal
Despedida de solteiro de um portuense
road_trip_porto
A Rute toda contente a escolher as lembranças
road_trip_porto
Lá vão as meninas com as compras

Dia 2: Visitar o Porto de helicóptero e conhecer o centro do Porto

Além da minha irmã Raquel, no segundo dia tivemos a companhia do meu tio Luís e da minha avó Arminda.

road_trip_porto
O meu tio Luís, a minha avó Arminda e uma pessoa que já devem conhecer

Comecei o dia com a visita à Igreja de São Francisco, uma igreja do século XIV com um interior barroco, um dos mais exuberantes de Portugal. Adorei o interior da igreja, foi pena não ter sido autorizado a tirar fotos.

Seguiram-se as catacumbas da igreja, um sítio que não aconselho aos mais sensíveis pelo ambiente mórbido e restos humanos de outros tempos.

Catacumbas_igreja_sao_francisco
Catacumbas da Igreja de São Francisco
catacumbas_igreja_sao_francisco
Restos de corpos humanos

O almoço já chamava por nós e, mais uma vez, foi na Ribeira que comemos.

Não podia sair do Porto sem comer a especialidade da região: a francesinha. Vi-me atrapalhado para conseguir acabar este prato feito com pão de forma, fiambre, queijo, salsicha e bife com molho especial. Os meus acompanhantes comeram pratos mais leves e escolheram bem. Esperem um pouco e já irão perceber porquê.

road_trip_porto
Francesinha
road_trip_porto
Um prato bem mais leve que a francesinha

A grande atividade do fim de semana estava a chegar! Fomos a pé da Ribeira até ao heliporto para o nosso batismo de helicóptero.

visitar o porto
O helicóptero que nos fez ver o Porto das alturas

Antes do voo o piloto disse-nos as normas de segurança e deu-nos algumas dicas como não olhar muito para a máquina fotográfica quando se tira as fotos pois o risco de ficar enjoado é elevado – pensei que estava a brincar pois estou habituado a andar de avião e nunca fiquei enjoado.

O voo durou cerca de 20 minutos e foi um momento inesquecível. A minha avó, que tinha muito receio antes de subir, estava a adorar e o meu tio Luís parecia uma criança depois de receber uma prenda!

road_trip_portugal
A minha avó com algum receio antes do voo
visitar o porto
Vista das pontes sobre o rio Douro e da Sé do Porto
visitar o porto
Torre dos Clérigos noutra perspetiva
visitar o porto
Estádio do Dragão

Como não acreditei muito na dica do piloto passei a maior parte do tempo a tirar fotos, mas quando saí do helicóptero estava bem enjoado. Arranjei logo uma desculpa: “A culpa é da francesinha”. A minha avó virou-se para mim e disse: “Eu estou ótima, podemos ir outra vez?”. Para a próxima de certeza que vou escutar o piloto!

Depois de beber uma água com gás para o meu estômago se acalmar, fui até aos jardins do Palácio de Cristal onde pude apreciar a paisagem sobre o rio Douro e conviver com alguns animais.

road_trip_Portugal
O pavão não quis dar a cara
road_trip_porto
Pavilhão Rosa Mota

A última visita do dia foi à Torre dos Clérigos e, mais uma vez, a minha avó surpreendeu-me porque conseguiu subir os 225 degraus sem grandes dificuldades. Quando visitar o Porto, não perca a oportunidade de conhecer este que é considerado o ex-líbris da cidade.

torre_dos_clerigos
Escadas da Torre dos Clérigos
visitar o porto
Vista sobre o rio Douro

Acabei o dia tal como tinha começado no dia anterior, no aeroporto, com o regresso da Raquel a Paris.

Fiquei literalmente apaixonado pela cidade do Porto e pela simpatia dos habitantes. Uma coisa é certa: mais cedo ou mais tarde voltarei a visitar o Porto!

Atividades no Porto

Quer descobrir a autenticidade do Porto e conhecer os locais frequentados pelos portuenses sem ter de se preocupar em elaborar um roteiro? Então, conheça em baixo as minhas sugestões para visitas guiadas ao centro histórico da cidade!

Reserve este passeio (link afiliado) e parta à descoberta da história, cultura, tradições e autenticidade dos habitantes do Porto. Comece por um passeio a pé pelo centro histórico do Porto, classificado pela UNESCO como Património da Humanidade.

Faça a travessia obrigatória da Ponte Luís I que o levará a descobrir as caves de vinho do Porto que armazenam este vinho, famoso a nível mundial. Conheça uma das caves e descubra, numa visita guiada, a história por trás da origem e produção do vinho do Porto. Esta visita terminará com a degustação de algumas variedades deste vinho como o tawny, o ruby e o rosé.

Mas esta experiência de 9 horas (link afiliado) só ficará completa com um jantar num restaurante típico onde terá a oportunidade de ouvir fado ao vivo. Sem dúvida, uma experiência única!

Com início na parte da manhã, este passeio (link afiliado) dar-lhe-á a conhecer alguns dos recantos da cidade e sítios autênticos e genuínos onde pode desfrutar dos melhores petiscos e não só. Nesta aventura de 3 horas, terá uma das melhores experiências gastronómicas com uma combinação única entre o doce e o salgado. Experimente o pastel de nata, a bifana, a cerveja portuguesa e muito mais!

Ao contrário da atividade anterior, esta experiência (link afiliado) tem início ao fim da tarde e terá passagem por cinco sítios diferentes no decorrer das 3 horas da atividade. Entre outras coisas, faça uma degustação do famoso e saboroso vinho do Porto, aprecie uma variedade de queijos e enchidos e desfrute do requinte de um belo vinho verde. Na companhia de um guia experiente, esta será, sem dúvida, uma experiência memorável.

Vai visitar o Porto? Não hesite em reservar o seu hotel, o seu carro ou as melhores atividades passando pelos links aqui em baixo. Vai-me permitir continuar a oferecer-lhe gratuitamente dicas e guias para visitar Portugal. Obrigado!

Também lhe vai interessar:

  • roteiro porto
  • blog viagem O QUE VISITAR NO PORTO
  • FAZER DESPORTO DE REMOS NO PORTO
  • roteiro do porto
  • roteiro para jovens no porto